TURISMO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO LITORÂNEO

PROCESSOS CONFLITOS E CONTRADIÇÕES

2021

DE 22 A 25 DE NOVEMBRO

EVENTO ONLINE SOB INSCRIÇÃO

Realização:

APRESENTAÇÃO

O núcleo Rio de Janeiro do Grupo de Pesquisa Cidades Litorâneas e Turismo (CILITUR/RJ), vinculado à Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), promoverá entre os dias 22 a 26 de novembro de 2021, em formato remoto, o III Colóquio Internacional sobre Cidades Litorâneas e Turismo  – III CILITUR, com o tema “Turismo e Produção do Espaço Litorâneo: processos, conflitos e contradições“.

A primeira edição do evento, realizado em outubro de 2017 em Recife/PE, surgiu do encontro dos organizadores em torno da temática, à luz dos campos disciplinares do Planejamento Urbano e Regional e da Arquitetura e Urbanismo e do Grupo de Pesquisa (CNPq) CILITUR – Cidades Litorâneas e Turismo das Universidades: UFPE, UFC e UFRRJ. Como desdobramento do I CILITUR, foi incorporada a participação de professores/pesquisadores de outras instituições, como a UFRJ, UFRN, IFPE e IFRN.

Em novembro de 2019, também na cidade do Recife/PE, foi realizada a segunda edição do evento (II CILITUR), que promoveu a temática “Turismo e desenvolvimento desigual no litoral brasileiro. Nesta segunda edição, o evento incorporou a participação de novos pesquisadores e instituições ao grupo de pesquisa, que atualmente conta com 15 pesquisadores de 9 instituições federais de ensino e pesquisa brasileiros: IFPE, IFRN, UFC, UFPB, UFPE, UFRN, UFRJ, UFRPE e UFRRJ.

Pioneiro, em termos nacionais, na sistematização da discussão em rede da temática Turismo e Produção do Espaço Litorâneo no Brasil, o Grupo Cilitur figura, atualmente, como um dos maiores grupos interdisciplinares dedicado ao estudo do tema, tendo compromisso com a devolutiva social dos conhecimentos produzidos em seus núcleos regionais e estaduais, tanto por meio de publicações de artigos, participação em eventos científicos, como também na promoção de seus próprios eventos, a exemplo dos Colóquios CILITUR.

Deste modo, a relevância social deste III CILITUR reside na oportunidade de apresentação, discussão e reflexão de ideias, pesquisas e análises críticas a respeito de políticas públicas, intervenções físico-espaciais e práticas socioespaciais que têm como ponto de inflexão e interseção a complexa, intrincada e dialética relação entre o turismo e a produção do espaço litorâneo, sob uma perspectiva multiescalar e periférica. Incluindo, portanto, processos socioespaciais, econômicos e ambientais relacionados ao turismo e à produção do espaço em escala macrorregional, metropolitana e intraurbana, sem perder de vista sua contextualização dentro do atual estágio de acumulação e reprodução do sistema capitalista em nível global.

Nesta terceira edição, as discussões ampliam-se para além do recorte espacial do litoral brasileiro, abrindo espaço para apresentação e discussão de estudos em outros contextos, sobretudo, latino-americanos.

Público-alvo: professores, estudantes, estudiosos, pesquisadores e profissionais de Planejamento Urbano e Regional, Arquitetura e Urbanismo, Turismo, Geografia e áreas afins.

TEMÁTICA

Entendemos que as relações entre turismo e território devem ser pensadas para além de seu viés econômico, considerando o jogo de práticas e disputas socioespaciais em que esta atividade se insere. Faz-se importante compreender que relações o turismo estabelece com as políticas públicas, com mercado e com os residentes, bem como seus reflexos na produção social dos espaços litorâneos, enfatizando em que medida essas transformações têm contribuído para a geração de desenvolvimentos desiguais, alterações de rendas reais e outros impactos socioeconômicos e ambientais, expressos tanto em escalas regionais quanto locais.

Dentro desse contexto, o III CILITUR propõe a discussão a respeito dos processos, conflitos e contradições na produção dos espaços litorâneos em função da atividade turística. O evento traz ainda os resultados da pesquisa homônima, desenvolvida em rede pelo Grupo CILITUR, com apoio do edital universal MCTI/CNPq nº 28/2018 – faixa A.

Diante desse panorama, convidamos estudantes, pesquisadores e profissionais a contribuírem com o debate proposto, submetendo resumos expandidos para apresentação em sessões de comunicação ou pôsteres (resumos simples) nos seguintes eixos temáticos relacionados ao tema central do evento:

I. Estado, Políticas Públicas de Turismo e o Território

Este eixo temático acolhe trabalhos que discutam o papel do Estado e das políticas públicas por ele empreendidas, na promoção, dinamização e controle da atividade turística no território, considerando os processos, conflitos e contradições, bem como os impactos econômicos, socioespaciais e ambientais dela decorrentes.

Numa outra vertente, engloba também trabalhos que discutam experiências e práticas contra hegemônicas na promoção e gestão do turismo a partir do território e participação popular, amparadas ou não por políticas públicas, a exemplo de iniciativas de Turismo de Base Comunitária (TBC) e o Turismo Criativo.

II. Turismo e Projetos de intervenções físico-espaciais - o ajuste do espaço

Este eixo temático abriga trabalhos que discutam os processos, conflitos e contradições na produção do espaço em áreas litorâneas suscitado pela atividade turística, em diferentes escalas (local, metropolitana, regional e nacional). Enquadram-se análises dos conflitos e contradições decorrentes de projetos de intervenções físico-espacial, como a urbanização de frentes marítimas, o provimento de infraestrutura, a questão patrimônio histórico, a implementação de equipamentos turísticos (em suas diferentes tipologias) e seus efeitos morfológicos, socioeconômicos, espaciais e ambientais na produção e consumo do espaço.

Incluem-se também trabalhos que versem sobre as relações entre paisagem, turismo, lazer e os conflitos com outras atividades econômicas e usos litorâneos.

III. Turismo, Financeirização, Tecnologias e o Território - entre o local e o global

Este eixo temático acolhe trabalhos que discutam a relação dialética entre a financeirização da economia e o turismo, entendido como uma importante frente do processo de reprodução, valorização e acumulação capitalista no mundo contemporâneo globalizado. As discussões têm como ponto de partida o questionamento a respeito de como se dá essa relação (turismo e financeirização) e como ela se expressa no território, em suas diferentes escalas. O eixo acolhe ainda trabalhos que versam sobre os efeitos das novas tecnologias digitais sobre o turismo, suas vinculações ao capital financeiro e seus rebatimentos no território, a exemplo das experiências do Turismo 4.0, das plataformas tecnológicas de locação de imóveis de curta temporada, dentre outros.

PROGRAMAÇÃO

São atividades previstas para o III CILITUR:

  • Conferências e Palestras (de convidados nacionais e/ou internacionais);
  • Sessões de Comunicações: definidas conforme resumos expandidos e pôsteres aprovados;

CALENDÁRIO DO EVENTO

DIA 1

SEGUNDA-FEIRA - 22/NOVEMBRO

09:00 - 10:00

10:00 - 11:00

Conferência de Abertura

14:00 - 15:00

15:00 - 16:00

Sessão de Comunicação e Pôsteres

Sessão extra

DIA 2

TERÇA-FEIRA - 23/NOVEMBRO

09:00 - 10:00

10:00 - 11:00

Sessão de Comunicação e Pôsteres

14:00 - 15:00

15:00 - 16:00

Sessão de Comunicação e Pôsteres

Sessão extra

DIA 3

QUARTA-FEIRA - 24/NOVEMBRO

09:00 - 10:00

10:00 - 11:00

Sessão de Comunicação e Pôsteres

14:00 - 15:00

15:00 - 16:00

Sessão de Comunicação e Pôsteres

Conferência 2

DIA 4

QUINTA-FEIRA - 25/NOVEMBRO

09:00 - 10:00

10:00 - 11:00

Sessão Especial (CILITUR)

14:00 - 15:00

15:00 - 16:00

Sessão de Comunicação e Pôsteres

Conferência de Encerramento

CRONOGRAMA (sujeito a ajustes)

Primeira chamada de Trabalhos:

19/JULHO

Segunda Chamada de Trabalhos:

06/AGOSTO

Término da Submissão:

06/OUTUBRO

Resultado das Análises:

25/OUTUBRO

Início das Inscrições:

25/OUTUBRO

Divulgação das Sessões:

06/NOVEMBRO

Início do Evento:

22/NOVEMBRO

Término do Evento:

25/NOVEMBRO

Disponibilização dos Certificados no site do evento:

06/DEZEMBRO

Publicação dos Anais no site do evento:

10/DEZEMBRO

COMISSÃO ORGANIZADORA

Prof. Dr. Luciano Muniz Abreu – DAU e PPGDT / UFRRJ (Coordenador)

Prof. Dr. Sergio Moraes Rego Fagerlande – FAU e PROURB / UFRJ (Coordenador)

 

Prof. Dr. Alexandre Queiroz Pereira – PPGeo/UFC

Profª. Drª. Beatriz Diógenes – PPGAU+D/DAUD/UFC

Prof. Dr. Claudio Cristino – UFRPE

Profª. Drª. Cristina Pereira de Araujo – MDU/DAU/UFPE

Profª. Drª. Ilana Barreto Kiyotani – UFPB

Prof. Dr. Otávio Augusto Alves dos Santos – UFRPE

Prof. Dr. Ricardo Alexandre Paiva- PPGAU+D/DAU/UFC

Profª. Ma. Denise Marques – Doutoranda MDU/UFPE

Prof. Ms. João Paulo da Silva – Doutorando MDU/UFPE

Profª. Ma. Josiane Andrade – UNIFAVIP – Doutoranda MDU/UFPE

Prof. Ms. Wagner Fernandes Costa – IFRN

APOIO DISCENTE

Ana Carollina Monteiro Spalla Moreira – DAU/UFRRJ

Beatriz Martins de Almeida – DAU/UFFRJ

Bianca Loisy Rezende Dutra – FAU UFRJ

Carlos Antonio Collaro Cerqueira – DAU/UFRRJ

Emile da Costa Magalhães – DAU/UFRRJ

Fernanda de Sales Fernandes – DAU/UFRRJ

Flávio de Paiva Pinto Jr – FAU UFRJ

Ingrid Oliveira Melo – DAU/UFRRJ

Isadora Cristina Cardoso Macedo – DAU/UFRRJ

Mayson Matheus Leocadio da Silva – DAU/UFRRJ

Rayane Rosignoli Dames de Oliveira – FAU UFRJ

Rayssa Barros da Silva – DAU/UFRRJ

Robson Fonseca de Oliveira Filho – DAU/UFRRJ

Sophia Vollu Keweloh Trindade – FAU/UFRJ

Vanessa Ariane Gomes – DAU/UFRRJ

COMISSÃO CIENTÍFICA

Profª. Drª. Adriana Carla de Azevedo Borba – UFPE

Profª. Drª. Adriana Schueler – UFRRJ

Prof Dr Alamo Pimentel – UFSB

Profª. Drª. Alda Azevedo – UFRJ

Prof. Dr. Alexandre Queiroz – UFC

Prof. Dr. Ayrton Portilho Bueno – UFSC

Profª. Drª. Beatriz Helena Nogueira Diógenes – UFC

Prof. Dr. Carlos Alberto Lidizia Soares – UFF

Profª. Drª Cláudia Corrêa de Almeida Moraes – UFF

Prof. Dr. Claudio Cristino – UFRPE

Profª. Drª. Cristina Pereira de Araujo – UFPE

Prof. Dr. Cristóvão de Cássio da T. de Brito – UFBA

Prof. Dr. Décio Tubbs Filho – UFRRJ

Profª. Drª. Denise Silva Magalhães – UFBA

Profª Drª. Diana Alberto – UFPA

Profª. Eloise Silveira Botelho – UNIRIO

Profª. Drª. Fábia Trentin – UFF

Profª. Drª. Fabiana Izaga – UFRJ

Profª. Drª. Flavia Braga – UFF

Profª. Drª. Goreti da Costa Tavares – UFPA

Profª. Drª. Heliana Comin Vargas – USP

Profª. Dªa. Ilana Barreto Kiytani – UFPB

Profª. Drª. Isabela de Fátima Fogaça – UFRRJ

Prof Dra Izabella Galera – UFPE

Prof. Dr. José Almir Farias Filho – UFC

Profª. Drª. Julieta Leite – UFPE 

Prof. Dr. Luís Henrique de Souza – UFPE 

Profª. Drª. Luciana Nemer – UFF

Prof. Dr. Luciano Muniz Abreu – UFRRJ

Prof. Dr. Luiz Alexandre Mees – UNIRIO

Profª. Drª. Manoela Rossinetti Rufinoni – UNIFESP

Prof. Dr. Márcio Borges – UFRRJ

Prof. Dr. Márcio Moraes Valença – UFRN 

Prof. Dr. Marcos Favero – PUC-Rio

Profª. Drª. Maria Angélica Maciel Costa – UFRRJ

Prof. Dr. Nelson Poppini Vaz – UFSC 

Profª. Drª. Norma Lacerda – UFPE 

Profª. Drª. Onilda Bezerra – UFPE 

Prof. Dr. Otávio Santos – UFRPE

Profº Dr. Paulo Roberto Baqueiro Brandão – UFOB

Profª. Drª. Regina Araujo – UFRRJ

Profª. Drª. Renata Cabral – UFPE

Prof. Dr. Ricardo Alexandre Paiva – UFC

Profª. Drª. Rita de Cássia Ariza da Cruz – USP 

Prof. Dr. Rubens de Andrade – UFRJ

Prof. Dr. Sergio Moraes Rego Fagerlande – UFRJ

Profª. Drª. Siva Bianchi – UFRRJ

Profª. Drª. Vera Tângari – UFRJ

SUBMISSÕES

O III CILITUR – COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE CIDADES LITORÂNEAS E TURISMO dispõe de duas formas de participação, a saber:

  1. Apresentação/publicação de trabalho científico;
  2. Apresentação de pôsteres (digital) para estudantes de graduação;
  1. Apresentação com publicação nos anais do evento de trabalho científico

Os trabalhos deverão ser submetidos no formato de resumo expandido, fundamentados em projetos de pesquisa, teses, dissertações e trabalhos técnicos, de acordo com o template disponibilizado. Após avaliação, os resumos expandidos aprovados poderão ser apresentados no Colóquio.

Os resumos expandidos devem ter entre 6.000 e 10.000 caracteres (com espaço), e serem enviados em arquivo Word. Deverão incluir: (1) Título e subtítulo; (2) entre 3 e 5 palavras-chave; (3) a identificação do problema a ser investigado, sua aderência a um dos eixos temáticos e os objetivos do trabalho; (4) metodologia; (5) principais resultados obtidos e discussões; (6) referências bibliográficas. Quando o trabalho incluir tabelas, gráficos, ilustrações, o arquivo final não deverá exceder a 3 MB.

Os trabalhos deverão estar devidamente identificados, com o nome dos autores e coautores, instituição de origem, e-mail, indicação da temática escolhida e serem enviados pelo site, em formulário próprio disponibilizado. A Comissão organizadora se encarregará de retirar a identificação dos autores e encaminhará os trabalhos para avaliação às cegas por pares da Comissão Científica.

Cada autor somente poderá constar em até dois trabalhos (independente se autor principal ou coautor). Cada trabalho pode ter um autor e até dois coautores.

Os resumos expandidos aceitos serão publicados nos anais do Colóquio. A revisão e parecer sobre o trabalho serão realizados por especialistas da área no sistema de revisão por pares, às cegas.

Serão aceitos resumos em português e espanhol.

  1. Apresentação de pôsteres (estudantes de graduação)

A apresentação de pôsteres (formato digital) é uma modalidade direcionada aos estudantes de graduação, visando valorizar a sua produção e estimular a formação de novos pesquisadores e pesquisadoras na área objeto do Colóquio. Serão aceitos trabalhos desenvolvidos como Iniciação Científica, trabalho de disciplinas ou Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação que tenham vinculação com as temáticas do Colóquio.

A submissão de trabalhos será feita a partir de um resumo simples de até 300 palavras a ser enviado, via formulário próprio,  de acordo com os templates disponibilizados.

Os resumos dos pôsteres serão selecionados por uma comissão científica e os selecionados serão publicados nos anais do evento. As apresentações dos pôsteres serão realizadas dentro das mesas das sessões temáticas.

Serão aceitos resumos em português e espanhol.

Informações obrigatórias nos pôsteres:

  1. Título do trabalho;
  2. Nome sobrenome do primeiro autor; seguido dos nomes e sobrenomes dos demais autores, incluindo o orientador como segundo autor (abreviar os sobrenomes intermediários);
  3. Introdução;
  4. Materiais e Métodos;
  5. Discussão e Resultados;
  6. Conclusões;
  7. Referências.

MODELO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

Como submeter seu trabalho:

Prezados(as),
Pedimos desculpas por enfrentarmos problemas técnicos que acarretaram falha no recebimento de algumas submissões de trabalhos.
Enviaremos um e-mail para todos e todas que submeteram seus trabalhos com a confirmação de nosso recebimento. Caso você não receba esse e-mail até o dia 03 de outubro, por favor, envie um novo e-mail para submissaodetrabalho@cilitur.com.br com as seguintes informações: NOME COMPLETO, VÍNCULO INSTITUCIONAL; FORMA DE PARTICIPAÇÃO (Apresentação/publicação de trabalho científico OU Apresentação de pôsteres (digital) para estudantes de graduação) e TEMA (Tema 1 – Estado, Políticas Públicas de Turismo e o Território; Tema 2 – Turismo e Projetos de intervenções físico-espaciais – o ajuste do espaço OU Tema 3 – Turismo, Financeirização, Tecnologias e o Território – entre o local e o global).
O novo prazo para recebimento dos trabalhos é 06 de outubro de 2021.

REALIZAÇÃO:

APOIOS:

© 2021 - III Cilitur - Todos os direitos reservados

AVISO IMPORTANTE!

Prezados(as),
Pedimos desculpas por enfrentarmos problemas técnicos que acarretaram falha no recebimento de algumas submissões de trabalhos.
Enviaremos um e-mail para todos e todas que submeteram seus trabalhos com a confirmação de nosso recebimento. Caso você não receba esse e-mail até o dia 03 de outubro, por favor, envie um novo e-mail para submissaodetrabalho@cilitur.com.br com as seguintes informações: NOME COMPLETO, VÍNCULO INSTITUCIONAL; FORMA DE PARTICIPAÇÃO (Apresentação/publicação de trabalho científico OU Apresentação de pôsteres (digital) para estudantes de graduação) e TEMA (Tema 1 – Estado, Políticas Públicas de Turismo e o Território; Tema 2 – Turismo e Projetos de intervenções físico-espaciais – o ajuste do espaço OU Tema 3 – Turismo, Financeirização, Tecnologias e o Território – entre o local e o global).
O novo prazo para recebimento dos trabalhos é 06 de outubro de 2021.